Polarização Política

Atualizado: 7 de Jan de 2019


Chegou o dia. Bolso chegando mais forte do que nunca com chances reais de liquidar a fatura já no primeiro turno. Uma metade do Brasil tá vibrando como nunca. Por um momento acharam q não tinha mais jeito, que o PT realmente se eternizaria no poder e que viraríamos uma Venezuela. Era só uma questão de tempo. Parece um sonho. Ou melhor, um pesadelo que finalmente vai terminar. Já a outra metade tá em pânico. Vejo pessos literalmente chorando de desespero. E não digo militantes prestes a “perder o emprego”. Digo empreendedores q em nada dependem de governo ou de boquinha. Medo do fascista. Medo do extermínio de pobres e pretos. Medo da homofobia. Medo da volta da ditadura. Por outro lado a pior coisa que podia acontecer era uma nova eleição do PT. Seria a vitória do escárnio, um prêmio por toda a corrupção comprovada. Difícil nos recuperarmos de tamanho simbolismo. Já a do Bolsonaro uma interrogação perigosa. Um salvador da pátria populista e extremista que passou a vida colecionando polêmicas para ter 5 minutos de fama. E por ironia foram estas mesmas polêmicas que o alçaram a esta posição. Racista, homofóbico, misógino, tudo isso em pleno 2018. Tem um nome que define exatamente o que estamos passando, tipico mas não exclusivo dos países mais pobres. Isso se chama POLARIZAÇÃO. Votamos não a favor de alguém mas contra o inimigo, assim podemos votar literalmente em qualquer merda, pq o q importa é o ódio ao outro. Dividir artificialmente um povo completamente misturado em dois extremos super bem definidos é o paraíso dos populistas, dos corruptos, dos incompetentes, da velha política. E a gente, por mais inteligente que sejamos, caímos que nem patinhos. Muitos vão comemorar como se tivessem ganhado a batalha da vida. Outros vão chorar como se o país tivesse acabado. Assim como quem hoje comemora já gastou muitas lágrimas com as recentes vitórias do PT. Eu não vou comemorar. Eu não vou chorar. É muito tentador em momentos como este entrar na onda e se juntar com o inimigo do meu inimigo. Mas eu acredito na convergência, nas conexões, nas pessoas incríveis que tenho conhecido todos os dias, brilhando em seus negócios que tem como essência não só o lucro mas principalmente melhorar a vida das pessoas, trabalhando não contra alguém mas a favor de suas causas. E suas causas são sociais, ambientais, cívicas, políticas, culturais, educacionais. São nestas pessoas que deposito todas as minhas esperanças de mudança. O problema do Brasil não são os políticos. O problema do Brasil foi termos deixado a política pros políticos. Você que está comemorando hoje lembre-se que poderia estar chorando se o Lula tivesse solto. Pode estar chorando neste mesmo momento em 2022, ou até mesmo daqui a pouco no segundo turno. Ou a gente se une pra reconstruir o nosso país ou continuaremos chorando ou comemorando a merda que continuamos vivendo. #focanocongresso

20 visualizações

© 2023 POR CONECTALAB

          Rua Alberto de Campos, 12 - Rio de Janeiro, RJ 

  • Facebook Basic Black
  • Instagram Basic Black